A primeira tarefa que realizo diariamente pela manhã na casa dos sábios é perceber o acolhimento dos clientes na chegada, pelo entusiamo ou pelo desamino que eles apresentam , e a partir daí é como vou prosseguir o nosso dia na casa dos sábios. Pois, considero extremamente necessário as boas vindas e ser intuída e perceptiva para poder oferecer qualidade e desempenhar tarefas para que o dia possa ser o melhor possível, sempre respeitando o interesse e as necessidades dos clientes.

Oferecemos várias atividades todos os dias, mas sempre respeitando a vontade e os limites dos clientes, não forçando a relizar os trabalhos se eles não estão dispostos. Procuro sempre fazer um grande circulo com os clientes e pedir para contar trechos de suas vidas, experiências que tiveram, dos amores que tiveram, dos desafios que enfrentaram e com isso vou anotando na medida do possível para que um dia quem sabe ter um LIVRO DA CASA DOS SÁBIOS. Li uma vez um artigo na revista Parônimo??? Que estava escrito o seguinte que os idosos (velhos) são como uma grande biblioteca de grandes livros que se não forem tocados, manuseados não podemos saber as estórias e ensinamentos que estão contidos lá dentro., achei maravilhoso porque o idoso se isola por diversas razões como vimos anteriormente e que se não formos sensíveis a ponto de tocá-los eles jamais virão ao nosso encontro para passar os seus grandes ensinamentos, conhecimentos e experiências de vida e ainda mais os seus grandes conselhos. Acredito que “não precisamos esperar pela eternidade para aperfeiçoar a nossa evolução se podemos aprender com os mais velhos e diminuir o nosso processo de evolução”.

A maioria dos clientes são católicos, uma cliente é Testemunha de Jeová, e outros são espíritas. Todas as manhãs fazemos nossos agradecimentos a Deus e pedimos muita proteção. Através dessa atividade focamos sempre uma leitura saudável onde procuramos estimular os valores cristãos e também fica estipulado para o dia seguinte trazer uma mensagem bonita para ser lida perante a família da casa dos sábios.é uma forma sutil , porque através deste, exige um contato e ajuda dos familiares devido as limitações inerente da própria idade.

RELATÓRIOS:

*Cliente Sr. Cardoso: A solidão, o vício (álcool), inadequação familiar devido ao vício e a ociosidade, a amizades, depressão constante, lamentações, ansiedade, perda da esposa, falta de vontade de viver, limitações físicas.
Convívio na Casa dos Sábios: Meses depois observou-se a vontade viver, o sorriso constante com os demais amigos, alegria participativa das atividades desenvolvidas na casa dos Sábios, humor presente, ausência total de depressão, tristeza, aumento de peso, saúde equilibrada, sem vício, convívio familiar harmônico, o diálogo torna-se mais constante com os familiares, devido troca de informações com os amigos da casa, higiene pessoal com maior qualidade de aceios.

*Cliente Sra.Zelia: solidão, depressão, ansiedade, medo, culpa, falta de apetite, convívio familiar com freqüentes transtornos causados pelos compromisso e responsabilidade do cotidiano.
Convívio na Casa dos Sábios: meses depois nota-se uma grande satisfação em viver, perdeu a vontade de morrer, restabelecimento do peso, da cor, vontade participativa perante aos colegas, vaidade, prestatividade, grande vontade de conhecer as pessoas, alegria constante, grande desenvoltura nas atividades práticas nos trabalhos manuais, a higiene pessoal com maior qualidade de aceios.

*Cliente Sra.Valéria:rejeição familiar, tristeza, irritação,falta de apetite,dores reumáticas (usando andador) não alfabetizada, depressiva.
Convívio na Casa dos Sábios: grande integração desde o início, iniciando alfabetização, alegria em acordar horas antes na espectativa da ida para a casa dos sábios, alimentação normalizada, alegria constante, fim da depressão.

*Cliente Sra.Vera: mal de parkison, incontinência urinária, diabética, mau-hálito, tristeza, sem vontade de falar, não anda, deprimida, família sem tempo e paciência devidos aos cuidados necessários para o convívio familiar.
Convívio na Casa dos Sábios: meses depois notamos uma grande diferença em vários aspectos principalmente na fala, no hábito alimentar, higiene bucal aprimorada, com estimulo diário já iniciando alguns passos, o retorno da satisfação familiar se faz presente no relatório diário, depressão minimizada, com grande facilidade e raciocínio nos jogos e passatempos.

Obs. Os nomes das pessoas foram trocados.